sábado, 20 de novembro de 2010

RELATO 14 - Bouquet e Lapela: Sandra Lincoln

Bouquet: Sandra Lincoln (o noivo ganhou com uma declaração de amor que fez para mim no I Workshop Case Comigo)
Nota: 10
Escolhi o buquê na quinta-feira anterior ao casamento, ou seja, dois dias antes. Apesar de termos ganhado o buquet meses antes. Não é à toa que tanta gente nos achou super-calmos. rs

Minha preocupação era não ter um buquê pesado, até porque minha mãe que iria ficar segurando durante a cerimônia. Preferia um buquê de rosas cor de rosa, mas como elas são mais pesadas que orquídea, aceitei a sugestão da Sandra para trocar as flores. O buquê ficou tão levinho que, enquanto estava no carro aguardando o casamento anterior acabar (que atrasou bastante), ele foi parar no chão e nem me dei conta.
A orquídea não tinha a cor dos meus sonhos (quer era rosa pink, como o sapato), mas fez sucesso.
Fiz questão de jogá-lo porque acho que se a superstição é pegar o buquê para ver quem é a próxima a casar, o legal é ser o buquê original mesmo. O que acham?

Orquídea na lapela: Sandra Lincoln
Nota: 10
Fui com o Fernando escolher o buquê e perguntamos detalhes sobre flor na lapela. A Sandra nos explicou e ofereceu uma para ele de graça. Ficou ótima! Uma orquídea branca e pequena. Tão delicada que ele usou também um lencinho dobrado cor de rosa, que veio com a roupa alugada. A gravata do noivo era rosa, linda. Escolhemos juntos com a minha cunhada e a prima deles quando passeamos no Rio Sul na semana anterior ao casamento. Pena que a gravata sumiu e só nos demos conta dias depois.
RECOMENDADÍSSIMA!!

Obs. Meninas, sei que o "certo" seria usar ou a flor ou o lenço, mas o noivo escolheu a gravata rosa com muito carinho (sabe que é minha cor preferida) e na Flor de Laranjeiras ofereceram o lenço junto com a roupa dele, no final ele quis a flor e o lenço e achei tudo lindo.
Nas palavras dele:
- Escolhi a cor rosa para estar sintonizado com você.
Só me resta achar tudo lindo e sorrir apaixonada. :)))

Curiosidade: ao comentar com minha mãe que me preocupei com o peso do buquê para ela segurar durante a cerimônia, lembrei que ela chegou a colocá-lo em cima do oratório (ou parlatório, ou algum outro nome que não sei, rs) da igreja. Soube depois por ela que o padre pediu para que ela tirasse de lá. Muito sem noção essa sogra do meu marido. rs

2 comentários:

Liliane disse...

Eu também joguei o meu buquê, não vi porque fazer outro e guardar o meu por alguns dias. Achei sem sentido!
O sapato pink foi escândalo!
Bjs, Lili

Ligitrixx disse...

Eu fiz o meu buquê de broches (e depois passei a confeccionar sob encomenda), então não teria como jogar sem machucar gravemente alguns convidados...rs

Por isso, fiz também um buquê de papel para jogar e funcinonou muito bem :-)

Beijinhos,

Ligia Tavares

Related Posts with Thumbnails