quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Sugestões de frases para convite



 
01 Derramai Senhor sobre nós o teu espírito, para que juntos possamos construir uma perfeita união. Um para o outro, ambos para ti.

02 Derramai Senhor, sobre nós a vossa bênção para que o nosso amor de ontem e hoje dure eternamente.

03 A nossa aliança de amor é abençoada por Deus em busca da eternidade

06 Aonde quer que tu fores, irei eu; e onde quer que pousares à noite, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. Ruth 1.16

07 O amor é paciente, é benigno; o amor não procura seus próprios interesses, não se ressente do mal. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba. (1º Cor. 13, 4-8)
10 O maior gesto no amor conjugal não está nas mãos que se enlaçam, nem nos lábios que se tocam; está nos joelhos que se dobram para uma oração lado a lado.

12 Com um olhar nos vimos, com palavras nos conhecemos. Perante Deus decidimos, que um do outro seremos.

13
 Oh Deus! Tu que aproximastes nossos corações, mantenha-os unidos para que possamos caminhar juntos enquanto existir vida.

14
 O verdadeiro amor começa quando se pode amar um ser tal como ele é, e não como se imaginou que fosse.

16 Não separe o homem o que Deus uniu.

17 O amor não conhece obstáculos e não recua diante de nenhum sacrifício.

22 Nossa gratidão a ti, ó Deus, pois sem tua presença este momento não teria sentido algum para nós.

25 Ainda que eu falasse as línguas dos homens, que eu falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

26 Senhor, entregamos nossas vidas a ti. Dirija nossos passos e guia-nos no teu caminho de amor e união.

27 O amor é entrega, assim entregamo-nos um ao outro e ambos a Deus.

31 Ao longo de nossas vidas sentimos a necessidade de caminharmos juntos, e num gesto expressivo queremos declarar a todos a aliança maior que nos une: o amor.

32 O amor não faz mover o mundo, mas é certo que faz a viagem valer a pena.

33 Nada é tão duro e férreo que não se possa vencer com o fogo do amor. Santo Agostinho

36 Vocês estão nos vendo solteiros pela última vez, casados pela primeira vez, e felizes para sempre.

37 Depois de andarmos por diversos e diferentes caminhos, nos encontramos. Envolvidos por um único e sincero amor, decidimos viver um para o outro e ambos para Deus.

40 Que eu não tenha outro repouso que não o teu peito, outro amparo que não a tua mão, outro alimento que não o teu sorriso... E na presença de Deus possa te contemplar como
o caminho que levou, dia após dia, à fonte de todo o amor.

41 Amar alguém é ser o único a ver um milagre invisível aos outros.

42 Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte (Cantares 8,6)

43 Nenhuma história de vida é escrita sem a presença de mãos amigas que se estendem em nossa direção, por isso sua presença é tão importante.

44 Essa é a maior responsabilidade de nossa vida, é a prova evidente que duas almas não se encontram ao acaso.

45 Foi entre as coisas mais belas da vida que nos descobrimos e nos amamos. E é por este motivo que nos tornaremos uma só carne.

48 Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões, isto basta para ser feliz quando a contempla.

51 O casamento não depende de um sim, mas de um sim após o outro...

52 Lembrem-se sempre de que a felicidade não se acha, mas constrói-se dia após dia.

53 Na vida do amor, um jovem casal muitas vezes se ilude e imagina ser um quando por natureza será sempre dois.

54 A arte de adaptar-se um ao outro é fundamental para a vida em comum.

55 O amor é uma força poderosa que transforma pessoas em famílias.

56 Construam o futuro como uma criança constrói um desenho: coloridos, criativos e cheios de vida. Sejam felizes!

57 A vida é um presente de Deus e o casamento o começo de uma nova vida.

58 Que o amor que vos une agora não tenha fim, assim como o círculo da aliança que levais no dedo.

59 "Que este seja nosso destino: amar, viver e começar cada dia juntos!"

60 "Com o amor eterno dividiremos nosso pensamentos, nossos sonhos e nós mesmos!"

61 "... E os dois tornar-se-ão apenas um!"

62 "O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." (I Cor 13:7)

63 "Neste dia começaremos uma nova vida juntos!"

64 "O milagre do amor é que ele nos é dado para que possamos dividí-lo com os outros."

65 "Juntos, não há estrelas que não possamos alcançar, nem sonhos que não possamos realizar!"

66 “Dois corações que batem como um..."

67 "Como é lindo o momento em que somos tocados pelo amor!"

68 "E nós nos tornaremos um para dividir todos os dias de nossas vidas!"

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Nova Lua de Mel em comemoração aos 3 anos

O tempo passa e às vezes parece que foi tudo tão rápido, mas quando olho para trás e vejo o tanto de coisa que aconteceu noto que não foi rápido não, a companhia é que era boa demais.

No dia 29 de junho faremos 11 anos juntos, entre namoro, noivado e casamento.

No dia 24 de julho serão 3 anos de casamento.

E para comemorar iremos novamente à Buenos Aires, onde passamos nossa lua de mel.

Infelizmente não poderá ser na mesma época por conta da greve das faculdades federais que bagunçaram todo o calendário escolar, e como o Fernando é professor...

Mas tudo bem porque ainda está frio por lá (assim espero rs). Iremos dia 31 de agosto e voltaremos dia 7 de setembro.

Estou muito feliz e me animei para finalmente colocar as dicas que fiquei devendo no blog Lua de Mel em Buenos Aires.

Aproveito para convidar a todos para passarem por lá e colaborarem com dicas, fotos, perguntas...

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Conto de fadas?


Adorei esse final. :)

sábado, 10 de março de 2012

Ecad - a justiça decidiu que a cobrança é ilegal

Já falei sobre o Ecad aqui na época em que estava preparando o meu casamento e o assunto deu o que falar.
Podem conferir os posts anteriores aqui:

ECAD - A cobrança em festa de casamento é ou não legal?

ECAD - Informações e simulações de cálculos


Agora trago uma notícia fresquinha, tão fresquinha que ainda cabe recurso da sentença que decidiu o óbvio, que não deve haver cobrança do Ecad em festas de casamento.
Essa decisão foi no Rio de Janeiro, em Juizado Especial.

Confira a notícia publicada no jornal O Globo.

Ecad é condenado a ressarcir noiva por cobrança em casamento

Entidade tem 15 dias para recorrer da sentença, que pode abrir precedentes para eventos semelhantes

Ecad foi condenado a pagar R$ 5 mil reais a casal de noivos Foto: Berg Silva / Agência O Globo Ecad foi condenado a pagar R$ 5 mil reais a casal de noivos Berg Silva / Agência O Globo
RIO - Depois de quase dez anos de uma união que gerou três filhos, a advogada Kadja Brandão Vieira e o ex-oficial da Marinha Renato José da Cunha Faria decidiram enfim celebrar o casamento. Para sediar a festa, marcada para o dia 27 de novembro de 2010, escolheram as instalações da Ilha Fiscal. Ao assinar o contrato de locação, a noiva foi informada de que deveria pagar uma taxa referente aos direitos autorais das músicas que viriam a ser trilha sonora do enlace. Além do vestido, bufê e todas as altas despesas geradas por uma festa deste porte, Kadja e o marido desembolsaram mais R$ 1.875, destinados ao ao Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, o Ecad. Passadas as comemorações, os dois decidiram entrar com um processo contra a cobrança do Ecad e, nesta terça-feira, segundo nota publicada na coluna de Ancelmo Gois, o juiz Paulo Roberto Jangutta, do 7º Juizado Especial Cível do Rio, condenou o Ecad a indenizar Kadja e Renato em R$ 5 mil, além de devolver a quantia paga pelo casal.
Veja também
Para o magistrado, o casamento é, por definição, "uma festa íntima, na qual inexiste intenção lucrativa, seja de forma direta ou indireta. Festas de casamento podem ser realizadas com fim religioso, como celebração de um ritual civil ou como mera comemoração de uma realização pessoal, porém, não lhes é inerente qualquer aspecto empresarial, ainda que se trate de um evento de alta produção", escreveu Jangutta em sua sentença, abrindo precedentes para que outros cônjuges também questionem o pagamento judicialmente. A partir de agora, o Ecad tem dez dias para pagar o valor devido ou mesmo recorrer da sentença. Especialista em Direito marítimo, Kadja conta que em nenhum momento durante os preparativos para o casamento concordou com a cobrança.
- Quando soube da existência desta taxa, me senti lesada. Até pela forma como a cobrança é feita: me enviaram um formulário por e-mail, preenchi, mandei de volta para o Ecad com uma cópia do contrato do aluguel do espaço e recebi um boleto de pagamento. Não tive a oportunidade de negociar e nem mesmo de entender a que aqueles R$ 1.875 se referiam. - contou a advogada ao GLOBO, por telefone.
Relatos de festas que teriam sido interrompidas por decisão do Ecad intimidaram os noivos, que decidiram acatar a decisão.
- Quando você organiza uma festa de casamento, você tem mil coisas para decidir e resolver, brigar na Justiça não é uma opção. Só recebi o boleto de pagamento numa sexta-feira à noite, na vespéra do casamento e me desesperei, porque já não tinha como pagar àquela hora. Fiz minha mãe subir ao altar com um o talão de cheques na bolsa, estava tudo pronto para o caso de os fiscais do Ecad aparecerem. Felizmente isso não aconteceu, mas na volta da lua de mel precisei entrar em contato com eles novamente para pedir uma segunda via do boleto e então efetuar o pagamento. Se eu não pagasse, havia o risco de eles cobrarem da Marinha, responsável pela Ilha Fiscal.
Resolvida a questão, Kadja enfim decidiu entrar com um processo para reaver o dinheiro junto ao Ecad. Segundo a advogada, que representou a si mesma no processo, o valor cobrado foi calculado não com base nas horas ou na quantidade de músicas tocadas, mas em cima de uma porcentagem do valor pago pelo aluguel do salão.
- Se eu fizesse minha festa no playground do meu prédio ninguém iria me importunar, pois a lei discrimina que festas realizadas em domicílio ou mesmo em igrejas são familiares, mas o Ecad encontrou uma brecha para cobrar a taxa de casamentos realizados em outros locais. Ou seja, porque juntei dinheiro a vida toda para fazer a festa dos meus sonhos, eu teria que pagar um valor extorsivo e sem fundamento. Nem o DJ da festa recebeu cachê, foi um amigo que nos fez a trilha como um presente, os impostos acabaram saindo ainda mais caros.
Com a contestação da cobrança, os noivos esperam servir de exemplo para mais casais ou mesmo realizadores de eventos sem fins lucrativos e que, portanto, não estão ganhando com a execução de músicas durante o evento.
- Estou disposta a orientar quem precisar, minhas amigas que estão de casamento marcado já me procuraram pedindo ajuda. Faço questão de comprar essa briga porque não acho justo - completou a advogada, que esperou por três meses até a divulgação da sentença. Procurado pela reportagem de O GLOBO, o Ecad ainda não se pronunciou.
* Colaborou Eduardo Almeida

E aí, gostaram? :)

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

RELATO 18 - Meu buffet MARAVILHOSO! Um dos maiores acertos

>> Buffet: PLATÔ BUFFET
Nota: 1000!!!
Foi exatamente o que já haviam dito aqui na de noivas de onde obtive muitas dicas preciosas (em especial a Fernanda Nascimento). FOI TUDO PERFEITO!!!! Perguntaram o que gostávamos de beber e toda hora tinha um garçom atrás da gente servindo o que havíamos dito (“sem ser pentelho, o que é melhor” – palavras do marido). Levavam comida também e lembro que uma hora disse “não obrigada” e o garçom só olhou para mim e insistiu mais uma vez para eu lembrar que precisava comer. kkk Deu muito certo. Comi um pouco, o suficiente para chegar no fim da noite super-bem, apesar de ter bebido cerveja ao longo da noite (e no hotel, enquanto me arrumava).

Disse para minha mãe que queria ir numa festa como convidada para aproveitar ainda mais o buffet, porque só ouvi elogios. Todos falando da fartura e do atendimento. 
Junto com os locais que escolhemos para a cerimônia e a recepção e o meu vestido, esse foi o maior acerto. 

Tratamos o tempo todo com a Uigui, que é um amor. Simpática e paciente. Procurem por ela que é show!!
Na semana anterior ao casamento liguei para lá só para confirmar se ela tinha recebido o email com as opções de mini-porções e as bebidas do open bar e quando me disseram que ela estava de férias minha voz murchou. Aí, a menina que estava falando comigo percebeu e me tranqüilizou que para a festa ela estaria trabalhando. Ufa!!! kkk
Minha mãe contou que enquanto eu estava viajando em Lua de Mel, ela ligou para o Platô para elogiar tudo. Amou mesmo! J

Fiz degustação com o Fernando em Jacarepaguá, quando conhecemos a Uigui.
Com a minha mãe fiz uma degustação na Barra num salão antes da festa. Mas detalhe: essa degustação era do bufê Platô, mas com contrato através de outra pessoa. O Platô nos disse que não fazia degustação no local da festa, o que achei ótimo.
Nessa segunda degustação comecei a anotar o que gostava porque o Fernando estava viajando e posso dizer que desisti. Gostei de tudo. rs

Pagamos sem assinar contrato. A Uigui nos passou por email o contrato para a gente ver se estava tudo certo e não conseguíamos nunca ir lá para assinar, porque já tínhamos nos mudado para Niterói. Acabamos combinando de depositar sem assinar contrato mesmo. Sabe aquele fornecedor que te passa confiança? Pois é, a Platô foi assim desde o primeiro encontro, ao contrário de um outro bufê que o Fernando quis fechar e que fiquei cada vez mais cismada (ouvimos "condições" diferentes ao encontrarmos pessoalmente o dono, ao falarmos com ele por telefone e ao recebermos seu e-mail com o contrato). Sobre esse, falei com o Fernando: "Somos advogados, não podemos aceitar um contrato desse, chega a ser ofensivo ignorar o abuso" (ele fica na Tijuca, só não vou falar o nome para evitar problema).
reparem no véu na entrada da igreja, sou eu :p

Mesa de chá
Estava buscando todas as formas de enxugar custos, como já falei aqui no blog diversas vezes e conseguimos  que o bufê preparasse a mesa de chá com o básico: chá e louça, sem cobrar nada mais por isso. Minha mãe ficou encarregada de comprar os biscoitos amanteigados e o Fernando o licor. Eu levei a igreja do Playmobil para ficar lá também (era a nossa cara, nosso jeitinho em cada canto), para que as pessoas vissem assim que chegassem (ok ok, teve gente que disse que não viu e meus os noivos "sumiram" no final da festa, o que me fez chorar, mas nada a ver com o bufê; isso para mim vai para conta da cerimonialista que poderia ter perguntado para mim para quem entregar - eu receberia, no final carreguei a igreja -, já que eu estava SÓBRIA e interessada nas questões práticas, mas deixo isso para outro post).


Open Bar: contratamos com eles também o open bar que fez o maior sucesso. Eram 3 frutas para caipirinha e mais 5 drinks que escolhemos. Dentro do bufê eles serviram cerveja, coquetel de fruta, refrigerante e água. As únicas bebidas que levamos por fora foram a champanhe para nosso brinde e o licor para mesa de chá. Foi perfeito: prático e mais econômico.

MILHÕES DE VEZES RECOMENDADÍSSIMO!!!!


Sinto muitíssimo por não ter foto de uma bandeja para mostrar. Procurei aqui e só encontrei mesmo foto da mesa de chá e da gente com a Uigui. Mas como estamos com cara de fim de festa achei desnecessário colocar no blog. Fica como nossa recordação pessoal. :)

sábado, 5 de novembro de 2011

Uma mensagem para quem tem orçamento apertado (e mais um pouco sobre custo da igreja)

Transcrevo abaixo uma resposta que escrevi a um email de uma pessoa preocupada se conseguiria fazer seu casamento com pouco dinheiro. Outras pessoas responderam também e a questão que ficou para mim foi: para ter o casamento dos seus sonhos é preciso se endividar?


Escrevi um trabalho (felizmente premiado e que me rendeu R$ 12.000, devidamente usado na viagem para Europa, quando fiquei noiva de surpresa, isso é assunto para outro post), sobre Consumidores superendividados e confesso que me incomoda muito toda atmosfera para que se faça dívidas como se não houvesse amanhã. Para dívida sempre haverá amanhã, para o amor (infelizmente) nem sempre.
Por tanto, um leve choque de realidade e uma prova de que é possível realizar um sonho com um orçamento real.
===
Eu gastei uns R$ 16.000 no ano passado, isso incluindo papelada, roupa, casamento na igreja com festa para 100 pessoas, noite de nupcias num hotel em Copacabana, 2 fotógrafos e 2 filmando.


Mas pesquisei muito. Deixei sim de fazer uma coisa ou outra que queria. Escolhi um fotógrafo que gostei, mas gostei muito tb de outros que eram mais caros, por exemplo. Queria contratar um serviço a parte de fotos que faz uma revista no final, mas seria um supérfluo que precisei cortar. Fui prática e mantive meu sonho dentro da minha realidade para terminar tudo sem crediário.

Ganhamos presentes que somaram cerca de R$ 16.000, no final fizemos uma festa deliciosa, tivemos muitas recordações, e praticamente montamos a casa.

Ou seja, se não tivéssemos feita a festa iríamos gastar do mesmo jeito para comprar geladeira, máquina de lavar, cama, fogão, som, rack, estante, DVD player (ganhamos um player e um player gravador maravilhoso), copos, talheres, jogos de pratos, vasilhas para servir comida, sofá, mesa de jantar, batedeira, liquidificador, torradeira, faca elétrica, CD player e caixa de som para o carro, GPS, entre outros muitos presentes que adoramos.

Valeu MUITO a pena, mas meu conselho para quem não tem um orçamento grande é: não caia no "já que". Isso foi dito para mim por uma cerimonialista/decoradora e adorei. Ela comentou que o céu é o limite e que as pessoas tendem a cair nessa do "já que estou fazendo isso faço mais aquilo", "já que" qualquer coisa... serve para você convidar mais e mais gente, escolher o salão mais caro, etc. etc. etc.

Ah, minha avó, quando soube que casaríamos, falou que nos daria R$ 20.000. Amamos, claro! Mas... ela deu R$ 5.000 e depois nada mais. Sorte que nos mantivemos sempre com o nosso orçamento e, como falei para o Fernando, se ela desse o dinheiro serviria para recompor a poupança e não para cairmos no "já que".

Não quero desanimar ninguém, só dizer que é possível sim manter um orçamento, se casar com uma festa lista e inesquecível e não terminar estressado com uma dívida logo após a volta da lua de mel e da realidade

Se jogue no casamento, no amor, na cumplicidade, na amizade, mas não no cheque especial ou no crediário.


Beijos e seja feliz :)


Ah, e não caia na balela de "estão fazendo muito isso", "isso está se usando muito". Faça como você gosta, porque modismo passa e depois as fotos ficam. rs


Essas fitas no corredor da igreja, por exemplo, eu resgatei de uma foto que vi do casamento da minha mãe (dias antes de fechar a decoração) que foi na mesma igreja. Adorei!
"Não se usa mais", foi o que a floricultura disse. 
Mas consegui convencer as outras 3 noivas que além de mais barato seria menos arriscado, já que entrariam com vestidos armados abraçadas aos seus pais, além do que seria mais barato que as heras tão usadas. Deu certo! :)
Não falei que para mim seria uma questão afetiva (e que para mim eram mais bonitas). Apelei para o que seria interessante para elas.
Enxuguei um pouco mais o custo da decoração da igreja e consegui usar as fitas que tinha sonhado.
Viu, isso é só uma das situações em que deu sim, para realizar um desejo com um "orçamento pé no chão". 

Informação útil: essa capela cobrou apenas R$ 250. Sim, é sério. 

É uma capela tradicional, com estacionamento privativo, segurança e que pertence ao Palácio Guanabara, onde o Governador trabalha.
E, antes, quem frequentava eram os presidentes até a capital do país mudar para Brasília. Chique assim. :)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Noivo super-herói? rs

Que tal aproveitar essa idéia em que o noivo e os padrinhos estão usando por baixo da camisa social camiseta de super-heróis? rs


Para ver mais um pouco de nerdices em casamentos confira outras fotos na Revista Galileu.

sábado, 10 de setembro de 2011

Lista de presentes. Quem faz?

Eu fiquei responsável pela lista. Vi algumas na internet e também nos sites das próprias lojas onde fiz nossas listas.
Depois mostrei para o Fernando e ele sugeriu uma ou outra coisa, reclamou de algum item e no final eu que coordenei tudo, inclusive os créditos e entregas.

Deixei um link no blog (parte de cima: Presentes de casamento) com os presentes que ganhamos (posso ter esquecido algum que quando lembrar incluo). Se estiver querendo ter ideia dê uma conferida (clique aqui), porque tudo que ganhamos foi desejado. :)

Um alerta: leia com atenção as regras das lojas onde escolher deixar lista. Este é o contrato que irá valer no caso de haver algum problema. Se alguma coisa não te parecer correta, argumente, mude de loja. Eu deixe de fazer na Etna porque não gostei das condições oferecidas, apesar de gostar de coisas da loja.

Lojas em que fiz listas (gostei de todas!):

Tok & Stok (ganhamos 10% do valor total em crédito)
Ponto Frio (a mais utilizada pelos convidados)
Americanas
Camicado

Agora um momento descontração. Já imaginou se fossem os noivos que fizessem a lista?
Como seria a sua?

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Fotos do casamento da Barbie com o Ken

Eu usei no meu casamento os noivinhos do Playmobil, com direito à igreja e padre. Amei!
Usei também um casal de Smurfs, que também amei!

Mas eis que de repente, no grupo das esposas me deparo com o link das fotos do casamento da Barbie e do Ken. Muuuuito boas as fotos :)))

Detalhe relevante: ela também se casou de sapato rosa. :))))




Confiram mais aqui http://www.glamour.com/weddings/blogs/save-the-date/2011/08/real-wedding-album-barbie-ken.html?mbid=twitter_glamourdotcom

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Decoração - elementos que se repetiram no Chá de panela e no Casamento

Adoro colocar na decoração coisas que tenham a ver comigo. Gosto quando as pessoas sentem que não foi uma coisa automática, mas preparada com carinho. Essa preocupação também esteve no meu casamento (e a Vera Rios entendeu e perfeitamente). 
chá de panela


casamento


chá de panela

casamento
Detalhe do porta-retrato:
Ele foi comprado numa feirinha de artesanato em Praga por mim e pelo Fernando, na viagem em que ficamos noivos. Ele é de madeira e pintado a mão com locais da cidade.
A foto que está no porta-retrato é a mesma desde que coloquei e adoramos. Também foi tirada durante a viagem.
Claro que esse porta-retrato continua aqui, enfeitando nossa sala.

Detalhes do bolo:
A mesma pessoa fez o bolo do chá de panela e do casamento. Já conhecíamos e adoramos. 
Os recheios foram os mesmos: doce de leite e baba de moça e a massa no casamento foi misturada, massa branca e de chocolate. Sucesso absoluto!

Detalhes dos Smurfs: 
No casamento o Smurf já estava com o cavanhaque devidamente desenhado pelo Fernando (com caneta de escrever em CD) para ficar mais parecido com ele. Como a Smurfet já era loira e estava de rosa e branco foi mais fácil. 
Eles ficarem em lado invertido porque quem colocou no bolo do casamento não fui eu e não se ligaram que do outro jeito (como está no bolo de chocolate) eles ficam de "mãos dadas". rs

Triste nessa história tão linda e cheia de cuidados foi terem sumido os Smurfs no final da festa. Muito triste, até porque foi um casamento para pouco mais de 100 pessoas queridas. Onde foram parar? Também gostaríamos MUITO de saber e adoraríamos que quem pegou por engano encontrasse e nos devolvesse
Related Posts with Thumbnails